Instalando o Innotop para monitorar o InnoDB

junho 23, 2023 | por dbsnoop

Ler essas tabelas pode ser uma tarefa ingrata e inofensiva para aqueles que não têm muita experiência com o MySQL. A situação fica ainda pior ao tentar usar o comando show engine InnoDB status. Confesso que nos primeiros anos do MySQL, o resultado desse comando, para mim, parecia muito com o sinal alienígena escondido nas frequências de satélite durante a invasão terrestre do filme “Independence Day”. Algumas coisas me intrigaram neste filme: 1) Por que o nome do filme nunca foi traduzido; b) Como o “homem-mosca” (Jeff Goldblum) se conectou ao sistema dos invasores: Bluetooth ou wi-fi?; c) Pessoal, pelo amor de Deus, os invasores não tinham um firewall e ainda queriam dominar a Terra? Nem jacaré aqui?

Já te enrolei bastante, voltemos ao que importa: a instalação do Innotop!

Vou assumir que vamos usar um Linux, por uma questão de paixão: CentOS. Quais são as dependências, os pré-requisitos para instalar o Innotop?

  • PERL
  • Execute o comando abaixo para verificar se o Perl está instalado:

perl -v

Isso é perl, v5.8.8 construído para x86_64-linux-thread-multi Copyright 1987-2006, Larry Wall O Perl pode ser copiado apenas nos termos da Licença Artística ou da Licença Pública Geral GNU, que podem ser encontradas no kit de origem do Perl 5. A documentação completa do Perl, incluindo listas de perguntas frequentes, deve ser encontrada neste sistema usando “man perl” ou “perldoc perl”. Se você tiver acesso à Internet, aponte seu navegador para http://www.perl.org/, a Página Inicial do Perl.

No meu caso, tenho o Perl v5.8.8 instalado. Não importa a versão; se você receber uma mensagem semelhante à que recebi, está pronto para continuar.

  • Execute o comando abaixo para instalar o Perl, caso ainda não o tenha instalado:

yum install perlLoaded plugins: fastestmirrorLoading mirror speeds from cached hostfileSetting up Install ProcessPackage 4:perl-5.8.8-32.el5_5.2.x86_64 already installed and latest versionResolving Dependencies–> Running transaction check—> Package perl.i386 4:5.8.8-32.el5_5.2 set to be updated–> Finished Dependency Resolution Dependencies Resolved =========================================================== Package Arch Version Repository Size =========================================================== Installing: perl i38 4:5.8.8-32.el5_5.2 extras 12 M Transaction Summary =========================================================== Install 1 Package(s)Upgrade 0 Package(s) Total download size: 12 MIs this ok [y/N]: y

Basta confirmar com “yes” e prosseguir com a instalação. Nunca é demais lembrar que o yum é um comando de instalação inerente a distribuições baseadas no Red Hat, como no meu caso, o CentOS. Outras distribuições podem usar apt-get, aptitude, urpmi, pkg-get, etc.

Depois de instalar o Perl, é hora de instalar os complementos necessários para o Innotop funcionar. Existem duas maneiras de fazer isso; vou optar pela mais simples e menos dispendiosa:

Execute os seguintes comandos na ordem indicada e, tenha paciência, pois alguns levarão um tempo, pois baixam e instalam pacotes:

perl -MCPAN -eshell

Se esta for a primeira vez que você executa este comando, esteja preparado para responder a uma série de perguntas para configurar corretamente seu Perl.

Isso o levará para dentro do Perl; uma vez lá dentro, execute os seguintes comandos:

cpan> install Term::ReadKey

cpan> install DBI

cpan> install DBD::mysql

Se tudo correr bem, o Perl estará instalado e configurado corretamente para que o Innotop possa desempenhar seu papel corretamente.

Próxima etapa! Obter o Innotop, vamos fazer o download:

#wget http://sourceforge.net/projects/innotop/files/innotop/1.6.0/innotop-1.6.0.tar.gz/download

  • Observação: Estou baixando a versão 1.6.0, mas quando for instalar a sua, não custa verificar a página do projeto para ver se há uma versão mais recente.

Agora, vamos descompactar e instalar no diretório que eu mais gosto, em /opt. Cada um pode instalar no diretório que preferir:

#cd /opt

#gunzip innotop-1.6.0.tar.gz

#tar -xvf innotop-1.6.0.tar

Pronto! Você instalou o Innotop e está pronto para usar.

Para mais artigos como esse, confira o nosso blog!

Compartilhar:

Leia mais

pt_BR